Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

Uma mini stand-up temática escrita para uma amiga

“Em 2007 a Vodafone faz 15 anos em Portugal, e curiosamente o filme ET faz 25 anos. E como as coisas mudaram. Se em 1982 era assim:
 
- ET phone home...
 
Em 2007 já seria
- ET Vodafone home...
 
Claro que em 2007 os serviços de uma empresa como a nossa vão muito além da chamada telefónica, até a Internet já chegou aos telemóveis e a Vodafone aos computadores. E eu sempre me interroguei porque é que se usa uma ligação USB. Até perceber o significado: porque é a Única que Serve, Basicamente
 
(como é para ser dito e não lido, não se percebe o trocadilho, mas explica-se, tipo, explicação para tótós):
 
Perceberam? USB, Única que Serve, Basicamente, USB.
Mas bons clientes é no Norte, que já se ligam por USV, Única que Serve, Vodafone.
 
Um dos problemas de estar na vanguarda da inovação é a necessidade de alimentar os nossos clientes com novidades constantes.
Não os podemos deixar passar Voda-fome!
 
Porque é isso que nos diferencia da concorrência. Nós apesar de grandes conseguimos ser familiares, tão familiares que, por exemplo, ninguém conhece a Mãe da Optimus ou Tia da TMN, mas toda a gente conhece a Vó da Fone.
 
No outro dia reparei que até a comunidade brasileira tem preferência por nós. Sempre que um brasileiro oferece um telemóvel a alguém diz "vô dá fone pra você", não diz "vô dá optjimuis" ou "vô dá tê émi éni"
 
E é uma verdade inegável que já ouvi pessoas a dizerem "na Vodafone são óptimos" (Optimus) mas nunca ouvi ninguém dizer que na Optimus são Vodafone...
 
Só me chateava um bocado às vezes nos SMS perguntar "tenho Vodafone e tu?" e responderem-me "tmn". Até perceber que é a abreviatura para "também" em linguagem SMS.
 
Comecei a falar do passado, do ET, acabo a falar do futuro e de cinema, mais concretamente do remake do histórico filme Flash Gordon, citando uma cena que já tive o privilégio de ver, em que o Imperador Ming pergunta a um dos seus servos:
 
- Porque é que o Flash Gordon consegue ligar de um planeta para outro e eu não?
 
- Porque ele tem Ró, Ming.
 
E pronto, só é pena entrar neste concurso a saber que não vou ganhar… Nem acho muito bem que tenham dito logo que o Du bai.
 
depositado por joao moreira de sá às 08:34
linque | depositar opinião | se calhar vou guardar isto
1 comentário:
De Caricas a 26 de Setembro de 2007 às 17:58

:-)

Bispo, once again, és GRANDE!

Beijitos,

Caricas

queria dizer uma coisa

mais sobre mim

Quem???

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 39 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever. jmoreiradesa@gmail.com

Os belogues do Arcebispo (e da editora)

outros textos

Mudanças

Lista para o Pai Natal

Diálogos I

O Reverso (alucinação lit...

O melodrama do melanoma (...

Exercícios de alterar pal...

Exercícios de partir pala...

Letra para Jurado de Oper...

Revista Atlântico - Carto...

Revista Atlântico - Carto...

depósito

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

pesquisar

 

PUB

blogs SAPO

subscrever feeds